Diretor presidente da Evonik fala sobre inovação

A Câmara Brasil-Alemanha no RS recebeu em reunião-almoço no Plaza São Rafael Hotel, o diretor-presidente da Evonik Degussa Brasil, Weber Porto, para discutir os desafios do país na atual conjuntura. O executivo, que presidiu a Câmara em São Paulo por duas vezes e foi o primeiro brasileiro eleito para dirigir a empresa no país, expôs a experiência da entidade que registrou faturamento no ano passado de 13,5 bilhões de euros (cerca de R$ 54 bilhões).
Porto salientou que a inovação, apesar de independer da crise, é necessária para qualquer empresa se manter no mercado. “A inovação é importante em qualquer momento, apesar da crise, mas pode, evidentemente, ajudar nesta época para que as empresas possam sair com um pouco mais de facilidade dessa situação”, afirmou. “Inovação é uma questão de sobrevivência de qualquer empresa”, acrescentou. O processo, segundo ele, deve ser construído a médio e a longo prazo. “Você não faz um processo de inovação por um curto prazo para sair da crise. É algo individual de cada empresa, não há receita mágica que possa servir para todos”, salientou. “As empresas têm que se preocupar em se renovar, porque é a única forma que se tem de perdurar”, concluiu.
A Evonik Degussa Brasil, com sede em São Paulo, fabrica produtos químicos orgânicos industriais e emprega 300 pessoas. Integra a multinacional alemã Evonik Industries, com 34 mil funcionários e atividades em mais de cem países.

Deixe uma resposta

  • *

    Protected by WP Anti Spam
    Trip Advisor

    Confira as avaliações dos hotéis da Rede Plaza de Hotéis

    Central de Reservas

    0800 70 75 292

    Assine nossa newsletter
    © Rede Plaza de Hotéis