Chef Richard Ricelle

Quando o Plaza Blumenau Hotel anunciou o nome e o perfil de seu novo chef, em agosto de 2015, ninguém na cidade catarinense imaginava que Richard Ricelle, formado na Itália, com especialização na Inglaterra e passagens por vários países da Europa, Ásia, Oceania e América do Norte nasceu no Brasil. Em brilhante carreira internacional, sempre estudando e trabalhando, especializou-se em diversas culturas gastronômicas: europeia (italiana, inglesa, espanhola, francesa e alemã), asiática (thailandesa, japonesa, vietinamita, indiana e chinesa) e oceânica (australiana, polinesiana e neocaledônia).

De volta ao Brasil, lançou a rede da marca Dim Sum (petisco chinês famoso no mundo inteiro), mas foi na cozinha do Plaza Blumenau que surpreendeu Blumenau com sua paixão pela arte culinária. Interessado por gastronomia, desde criança, foi menor aprendiz do McDonald e garçom da Pizzaria Las Massas, em sua terra natal (Anápolis-Goiás), antes de partir para o exterior, aos 17 anos de idade, em busca do sonho de um dia ser chef.

Determinado, logo tornou-se tecnólogo em gastronomia, em 2006, em Piamonte (Itália). Ousado, seguiu para Londres, onde estudou e trabalhou durante três anos, antes de iniciar sua aventura de 10 anos pelo mundo afora e ingressar no curso superior de gastronomia.

CARREIRA DE RICHARD RICELLE

2006 – Tecnólogo em gastronomia – ICIF Italian Culinary Institute for Foreigners (Piazza Vittorio Emanuele II, 10 – 14055 Costigliole d’Asti) Piemont-Italia

2007 – Level 1, 2 and 3 Award in Supervising Food Safety in Catering. (Supervisão em Segurança Alimentar – FOOD ALERT TRAINING INSTITUTE) – Londres UK

2007 – Level 4 Award in managing Food Safety In Catering. (Gerenciamento em Segurança Alimentar – FOOD ALERT TRAINING INSTITUTE)

Londres

2008 – Fondation HACCP course (A análise de perigo e o ponto de controle crítico (HACCP). O HACCP é usado na indústria alimentar para identificar perigos potenciais da segurança alimentar, de modo que as ações chaves, conhecidas como pontos de controles críticos (CCPs) possam ser tomados para reduzir ou eliminar o risco dos perigos que estão sendo realizados. O sistema é usado em todos os estágios dos processos da produção alimentar e da preparação que incluem o empacotamento, a distribuição, finalização e etc. – (FOOD ALERT TRAINING INSTITUTE)

2008 – Buddy Trainer Programe – Londres

2008 – Group Trainer – Londres

2008 – Buddy Language (Treinamento de Linguagem Corporal)

2014 – Superior em engenharia de alimentos (cursando)

Curso de Food styling: Como criar e manipular pratos para veículos de mídia.

Especialista em culinária asiática e oceânica thailandesa, japonesa, vietinamita, indiana, chinesa

Deixe uma resposta

  • *

    Protected by WP Anti Spam
    Trip Advisor

    Confira as avaliações dos hotéis da Rede Plaza de Hotéis

    Central de Reservas

    0800 70 75 292

    Assine nossa newsletter
    © Rede Plaza de Hotéis