São apenas sete espécies no mundo. Dessas, cinco são encontradas no Brasil

Você sabia que no mundo todo existem apenas sete espécies de tartarugas marinhas? E que, dessas, cinco são encontradas aqui no Brasil? Mais especificamente na praia de Busca-Vida, bem próximo ao Bahia Plaza Hotel.

A praia é um dos pontos de desova das tartarugas, com base no projeto Tamar e, infelizmente todas estão ameaçadas de extinção. De acordo com estimativas, dos 100 filhotes nascidos, apenas um chegará à vida adulta.

Saiba mais sobre as espécies encontradas aqui no País. Ah, duas delas fazem suas desovas na Bahia.

Tartaruga Cabeçuda

Com até 136 cm de comprimento, seu peso varia de 100 a 180 kg. Mas o nome Cabeçuda precisa de algum motivo, certo? E ele não é à toa. Ela recebe esse nome devido ao tamanho de sua cabeça e por sua mandíbula, que é extremamente forte. Sua população estimada é de 60 mil fêmeas em idade reprodutiva. As principais áreas de desova são no norte da Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro e Sergipe. Seu nome científico é Caretta Caretta.

Tartaruga de Pente ou Legítima

É a espécie em situação mais arriscada de extinção, devido à exploração de seus ovos nas praias, a degradação de seu habitat, e o fato de ficarem presas em redes de pesca. Elas podem chegar a até 114 cm e podem pesar até 150 kg. A desova é mais comum no litoral norte da Bahia e Sergipe, e no litoral sul do Rio Grande do Norte. Possui carapaça com quatro placas laterais imbricadas e apresenta coloração marrom e amarela. Seu nome científico é Dermochelys coriácea.

Tartaruga Verde ou Aruanã

A Tartaruga Verde pode chegar até 143 cm de comprimento. Seu peso médio é de 200 kg e seu habitat é em águas costeiras com muita vegetação. Elas são raramente vistas em alto-mar. A população estimada é de 203 mil fêmeas em idade reprodutiva. As desovas acontecem principalmente na Ilha da Trindade (ES), no Atol das Rocas (RN) e em Fernando de Noronha (PE). Possui carapaça formada por quatro pares de placas laterais e apresenta coloração verde, quando adulta, e marrom, quando jovem. Seu nome científico é Chelonia mydas.

Tartaruga de Couro ou Gigante

Ela é a maior de todas as espécies e também corre risco de extinção. No Brasil, já foram registrados animais com até 182 cm de comprimento. Seu peso pode chegar a até 700 kg e sua população estimada é de 34 mil fêmeas em idade reprodutiva. Suas desovas regulares ocorrem no litoral norte do Espírito Santo. Com uma coloração preta, apresenta em sua superfície uma fina camada de pele. Seu nome científico Eretmochelys imbricata.

Tartaruga Oliva

Esta é a menor das espécies, podendo chegar a 82 cm e pesar, em média, 40 kg. A população estimada mundialmente é de 800 mil fêmeas em idade reprodutiva. A área de desova está localizada entre o litoral sul do estado de Alagoas e o litoral norte da Bahia. Seu nome científico é Lepidochelys olivácea

Curiosidade

As tartarugas são animais que respiram através de pulmões, porém conseguem ficar grandes períodos dentro da água, “prendendo a respiração”. Elas também possuem uma ótima capacidade de orientação, com destaque para a habilidade da fêmea em localizar a praia onde nasceu para realizar a desova – único momento em que elas saem da água. As tartarugas marinhas apresentam uma alimentação variada, que muda de acordo com a espécie e com a idade.

Deixe uma resposta

  • *

    Protected by WP Anti Spam
    Trip Advisor

    Confira as avaliações dos hotéis da Rede Plaza de Hotéis

    Central de Reservas

    0800 70 75 292

    Assine nossa newsletter
    © Rede Plaza de Hotéis